Machisma por Nina Covington

Eu queria dar às mulheres a oportunidade de expressar traços que são tipicamente associados com os homens.
Eu queria mostrar a beleza das mulheres justapostos com projeções masculinas de força.

Noções de beleza são normalmente associados com mulheres que estão expressando características totalmente femininas, mas as mulheres não têm que ter o cabelo bonito e maquiagem e vestidos para serem bonitas. Podemos ser masculinas ou andrógina e ainda ser bonitas. Mulheres bonitas vão para a guerra, construção cívil. Eles são policiais e CEOs. Elas são lutadoras, pugilistas e elas jogam futebol.

Eu estou contando a história des mulheres, porque é com isso que me identifico. Sou uma mulher explorando o ponto de vista de uma mulher, mas a essência deste livro é para todos. É para os homens também. Machisma é simplesmente dizer não a normas de gênero, ele está dizendo “vá se ferrar” para o que a sociedade diz que os homens e as mulheres devem ser.

Estes retratos podem ser como uma terapia; o que foi para mim. Tem sido cura para mim e para muitas destas mulheres a abraçar a nossa capacidade masculino.

Tanto as mulheres como os homens podem ser forte. Enquanto os homens e as mulheres tendem a ser diferentes, em geral, não são, obviamente, um espectro de gênero na natureza. É normal que cada um de nós para expressar uma combinação única de características masculinas e femininas.

– Nina Covington

Texto original: Machisma by Nina Covington

Comments

comments

Oi eu sou o Cadu (leia a frase acima na voz do dublado do Goku, o Wendel Bezerra) Moro atualmente em Brasília e sou apaixonado por fotografia. Você pode me encontrar nas redes sociais informadas aqui.