Slut-shaming: você ainda vai ser vítima dele!

Um dos trabalhos fotográficos que mais gosto de fazer são nus, eu amo a maneira como o corpo oferece possibilidade para trabalhar com a luz, eu amo a poesia que pode ser feita, eu amo libertação que isso proporciona e principalmente eu amo ver a reação das pessoas ao se verem nas fotos, não estamos acostumados ao nossos próprios corpos sem roupas, temos vergonha, associamos isso a sexo MUITO mais do que deveríamos.

Tanto que a nudez vira um prêmio, principalmente a nudez feminina, ela se transforma em quase uma moeda de troca, homens voltam a ser adolescentes folheando uma revista Playboy escondido a portas fechadas, mas dessa vez a revista não possui fotos da celebridade do momento, exibe fotos da sua colega de trabalho, daquela estudante, da sua irmã, da sua filha, da sua mãe, e todos gritam em alto e bom som: PUTA!


 

slut-shaming
Definições da Web
Slut shaming é definido como o ato de induzir uma mulher se sentir culpada ou inferior devido a prática de certos comportamentos sexuais que desviam de expectativas tradicionais de seu gênero.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Slut-shaming

Sabe aquela foto da gostosa que seu amigo pegou? Ou aquela imagem do #lingerieday que você passou para todo mundo com o número da menina? Ou aquele caso (escolha um, tem vários) da menina que fez fotos intimas no motel e agora todo mundo está vendo? Ou aquela lista em uma universidade contando sobre as práticas sexuais das estudantes? Pois então, vamos explicar a diferença que existe entre essas mulheres e você!


Vamos começar com o questionamento de porque quem faz essas listas de TOP 10 muitas vezes serem meninas.

Você sabe a resposta. Porque a gente precisa se diferenciar delas. Das vadias. Das mulheres que não se dão o respeito. Você não gosta de puta, não tem nada a ver com elas, é de outra categoria.

Pra quem não entende diferença entre moça direita e rameira, eu explico.

Aquelas meninas de 14 anos que começaram a explorar seu corpo (porque estavam descobrindo formas de prazer ou poder, por tédio ou solidão) são o que? PUTAS

Mas não você Luiza, você não ficava se esfregando com meninos, se dava o respeito e só namorou de forma decente, apenas com um menino, na presença de adultos, como se deve. Quando você não quis transar com ele, o príncipe terminou furioso e contou pra todo mundo as baixarias que fazia com você. O que você é Luiza? PUTA, claro. Seu nome tá pichado no muro, que vergonha.

Mariana, Ainda bem que você não é burra como ela, de perder tempo com canalha. Você soube escolher né? Namorou teu melhor amigo, perdeu a virgindade com ele, tudo muito lindo e romântico. Até que engravidou com 16 anos. O que você é Mariana? Uma PUTA burra.

O problema dessas meninas é que não se dão o respeito, não são como você Carol que é da turma, da galera, anda de skate com os brothers, ouve rock e ri dessas minas idiotas que eles pegam. Ah Carol, mas andar no meio de um monte de homem é coisa do que? De PUTA só você não sabia! Tá todo mundo falando.

Ainda bem que você Aline não tem tempo pra essas coisas. Nunca vi menina boa assim, só estuda, só tem amigas meninas, frequenta a igreja, vai casar virgem com o primeiro namorado, só depois de formada. Se depois de casados como o Senhor ordenou vocês quiserem tirar fotos pra apimentar a relação, tudo bem, né? Dentro do laço sagrado de confiança do casamento, é diferente, não é como essas piranhas que saem se expondo em público. O moço da assistência técnica achou as fotos e publicou na internet? Vocé já sabe o que é ne Aline? Uma PUTA. Uma piranha que envergonhou a família ainda por cima. Os amigos do teu pai estão batendo punheta nesse momento com a tua foto Aline. Você é uma PUTA, que vergonha, nunca pensei. Antes fosse um muro pichado na adolescência Aline.

Você não cai nessas né Fê? Imagina tirar foto pelada. Tá pedindo, né? Você é mãe de família, nem pensa nessas baixarias, vive pros filhos. Até que depois de 12 anos o casamento desaba, porque você deixou de ser interessante, porque estava cansada de fazer tudo sozinha ou simplesmente porque cresceram de formas diferentes. O motivo não importa. Divorciada é o que Fê? PUTA. As amigas é que não vão querer você perto dos maridos delas, né? Com razão, com razão.

Se vocês ao menos se espelhassem na Dona Maria. 63 anos de pura dedicação pra família e trabalho. Nunca soube o que era prazer na vida, acorda as 5 da manhã todos os dias pra trabalhar pra sustentar filhos e netos. É tanta lida que nem tempo pra vaidade ela tem, mas Maria sabe que a beleza da mulher é sua virtude, né? Pois voltando do trabalho tarde da noite, exausta, Maria foi estuprada. Dona Maria me dói tanto dizer isso, a senhora fez tanto por mim, é uma pessoa tão boa. Mas mulher que anda na rua essa hora é o que? PUTA.


 

Então meninas, cada mulher que você já julgou, já chamou de vadia na rodinha, no fuxico ou só em pensamento, cada uma delas é um fardo que você carrega e vai te soterrar quando você for pega em falta. E você será, eu garanto.

Tome um tempo pra pensar sobre isso. Não é óbvio, não é fácil e desconstrói tudo que você sabia até hoje. Mas tome um tempo pra olhar além da narrativa que sempre te contaram até agora. Olhe através das mulheres expostas e veja o sistema, questione as regras.


Esse texto foi retirado da introdução da teta da semana, um bloco do Podcast Mamilos sobre a cultura do #MandaNudes e slut shaming. Quem curtiu o texto vale a pena escutar o programa

Para ouvir clique aqui.


Sobre
Revista Trip 244 – matéria Linchamentos virtuais Shaming e o poder da vergonha na internet
Mensagem de repúdio de Australiana contra programa de TV matinal que ao comentar um caso de revenge porn fez a pergunta: Quando as mulheres vão aprender.
Meninas abandonam estudos e tentam suicídio após entrar para lista das mais vadias
Jovem se suicida após vídeo íntimo vazar no Whatsapp
Cartaz expõe intimidade de alunas da USP
Porque a internet odeia mulheres – Palestra de Juliana Faria e Amanda no SXSW
John Oliver desenhando slut shaming pra gente entender de forma hilária
Quanto vale o direito de ser deixado em paz
Imagens íntimas expostas na internet, ciberbullying e suicído
Não chame a coleguinha de puta
O impacto na vida real na nova política de revenge porn do Google

Comments

comments

Oi eu sou o Cadu (leia a frase acima na voz do dublado do Goku, o Wendel Bezerra) Moro atualmente em Brasília e sou apaixonado por fotografia. Você pode me encontrar nas redes sociais informadas aqui.