Fotógrafa brasileira se registra nua para voltar amar seu corpo pós-maternidade

Depois de que sua filha nasceu, a fotógrafa Juliana Caribé demorou para conseguir se olhar no espelho e voltar a se reconhecer. Segundo ela, esse processo de reconhecimento, que ainda está acontecendo, passa por aceitar e viver seu novo corpo.

Ela entende que o corpo é apenas o veículo que utilizamos para expressar o que somos internamente, e para conseguir ressignificar tantas mudanças vividas a partir da maternidade, ela, acostumada a fotografar tanta gente, resolveu que era hora de virar as lentes para si mesma.

JCaribé5

Quando enfim apontou sozinha a câmera para si e decidiu se fotografar, Juliana conta que descobriu uma beleza e sensualidade que estavam adormecidas. “E eu me permiti ser mulher – e não apenas mãe -, e me permiti amar esse meu novo corpo, e sentir prazer na existência dele como ele é”, afirma.

JCaribé14

Para ela, o autoensaio procura muito mais do que realizar registros bonitos de uma mulher nua, mas sim um processo de resgate, de redescobrimento de si, assim como uma sugestão de possibilidade e amor-próprio para qualquer pessoa. “É uma peça importante de um quebra-cabeças pós-maternidade que eu estou, aos poucos, conseguindo montar”.

JCaribé13

JCaribé12

JCaribé11

JCaribé10

JCaribé9

JCaribé8

JCaribé7

JCaribé6

JCaribé4

JCaribé3

JCaribé2

JCaribé1

JCaribé15

JCaribé16

Você pode seguir o trabalho de Juliana pelo Instagram ou por seu blog.

Todas as fotos © Juliana Caribé

Recentemente o Hypeness mostrou uma série de autorretratos nus feito por cartunistas mulheres para protestarem contra o machismo. Relembre.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Fotógrafa gaúcha faz seu próprio ensaio nu, super sensual

Ninguém conhece o próprio corpo assim como o dono, não é mesmo? Na hora da foto muita gente sai melhor nas selfies do que em fotos posadas, e foi pensando nisso que uma fotógrafa gaúcha resolveu fazer seu próprio ensaio nu com muita sensualidade.

Raquel Duarte se diz especialista em ensaios sensuais, e já que possui uma boa forma não deixou isso de lado e resolveu se autofotografar.

“Desde pequena tenho interesse em observar imagens, compor looks. Muitas pessoas contam histórias com a linguagem escrita. Eu gosto de contá-las através das fotografias e tudo o que envolve a sua composição”, disse em entrevista ao portal Ego ao lembrar que aos 15 anos descobriu qual seria seu estilo fotográfico ao achar em casa uma revista de um nu feminino e se apaixonar pela arte.

A fotógrafa revela que deseja um dia ser clicada por J.R. Duran. “Neste momento estou em fase de adaptação, aprendendo e conhecendo novos profissionais e o mercado de fotografia. Meu objetivo é aprender, acumular experiências, estudar mais arte, composição e técnica. Gostaria de fotografar várias pessoas e gostaria de ser fotografada por J.R. Duran. Acredito que isso seja também um fetiche”, diz.

Acompanhe o resultado:

Fonte: amorpelafotografia.com